Tag de remarketing do Google Ads: o que é e como funciona?


Tag de remarketing do Google Ads: o que é e como funciona?

Saiba mais sobre essa ferramenta

Você já deve ter um visto um anúncio sobre algum produto enquanto navegava nas redes sociais ou em outros sites, clicou em um produto que chamou a sua atenção, conferiu o preço e outros informações, mas não fechou a compra.

Desde então, parece que esse produto persegue você em todos os lugares que você visita. Será que andam lendo a sua mente para que você receba anúncios de produtos que despertam o seu interesse? Por que isso acontece?

A culpa é do Google, mais especificamente do remarketing do Google. O remarketing ajuda você a alcançar pessoas que já visitaram seu site ou utilizaram seu app para dispositivos móveis.

Os visitantes ou usuários anteriores podem ver os anúncios quando navegam em sites da Rede de Display do Google ou pesquisam termos relacionados aos seus produtos ou serviços no Google. Dessa forma, é mais provável que eles comprem o produto ou serviço que você oferece, familiarizando o usuário com a marca.

Exibir anúncios para as pessoas que já acessaram o seu site, que já compraram lá ou que ficaram em dúvida sobre levar ou não o que você oferece aumenta as chances de que a venda seja efetuada.

Para exibir anúncios às pessoas que visitaram seu site, adicione a ele a tag global do site e os snippets de evento de remarketing. A tag global é uma biblioteca de tagging da Web utilizada nos produtos do Google relacionados a avaliação, acompanhamento de conversões e remarketing do site. Ela é um bloco de códigos que permite segmentar anúncios para os visitantes do seu site adicionando-os a listas de remarketing.

É necessário entender um pouco sobre o código do seu site ou loja virtual para que essa ferramenta funcione corretamente, mas ela traz retornos quase que imediatos. Após criar a primeira campanha de remarketing, as outras serão criadas com base nela.

Quando você configura sua primeira campanha de remarketing, o Google Ads cria listas de remarketing padrão. Essas listas geradas permitem que você inicie imediatamente listas de segmentação nos seus grupos de anúncios.

Estas são as principais listas de remarketing padrão a serem consideradas para sua primeira campanha de remarketing:

  • Todos os visitantes: essa lista é preenchida usando todos os valores de todos os parâmetros na sua implementação de tags de remarketing e inclui “As pessoas que visitaram suas páginas com snippets de evento de remarketing”.
  • Todos os conversores: essa lista é preenchida automaticamente utilizando sua tag de acompanhamento de conversões e inclui “Qualquer pessoa que realizou uma conversão no seu site”. Se você não configurou o acompanhamento de conversões, essa lista estará vazia.
  • Lista otimizada do Google Ads: trata-se de uma lista de combinação, composta por vários públicos-alvo das origens disponíveis em uma única lista de remarketing. Para criar essa lista, você precisa conectar pelo menos uma fonte de dados na página “Origens de público-alvo”.

É importante analisar o seu negócio, o seu público e o que você deseja alcançar para definir a melhor campanha para a sua empresa.

Quer saber mais? Entre em contato com a gente!